quinta-feira, 15 de maio de 2008

Tricô na mídia: fato consumado

Como é gostoso participar de matérias inteligentes que falam do tricô de uma forma alegre e que apresenta a arte sobre duas agulhas como uma atitude social altamente positiva, algo moderno e prazeroso. Reunir amigos para tricotar, compartilhar idéias e ser feliz ainda que por algumas horas, é uma terapia para a alma.
Não me canso de olhar as fotos dos encontros com as amigas tricoteiras-arteiras e me emocionar. Uma emoção especial, muito além da 'fama efêmera' de uma ou outra reportagem.
Desde a primeira matéria sobre os encontros do Grupo Montricot, recebo mensagens e telefonemas de pessoas 'encantadas' com a idéia de reuniões públicas para tricotar. Gente que resgatou agulhas e fios a muito abandonados, porque tricotar era apenas coisa de gente sem que fazer na vida, gente idosa e coisa de segunda linha...
Hoje tricotar em público se tornou algo até mesmo terapeutico (É uma delícia tricotar no ônibus ou no engarrafamento do trânsito para não se irritar com algo irremediável).
Sei que não somos as únicas a promoverem encontros como estes e espero que esta idéia se multiplique por todos os cantos do Brasil. Não porque o tricô está na moda e na mídia, mas porque as pessoas precisam de gente. E gente que faz tricô é tudo de bom...

7 comentários:

Claudia disse...

O site WhipUp (http://whipup.net) diz que o dia 14 de junho é o Dia Mundial de Tricotar em público e tem até um FlickR para se publicar as fotos do evento. Eu coloquei uma chamada no meu blog (http://infinitadiversidade.blogspot.com.

cleo a fada dos pontinhos disse...

oi florzinha vc é d+ viu!!!??? amo seu espaçinho...

nile santos disse...

Oi amiga.Gostei dos comentários.bjtos.nile.

gisele disse...

Grace querida
adorei o texto.
aproveito o congestionamento para fazer um tricozinho básico, nada com muita contagem de pontos. Deixo separado os quadradinhos para doar ou algum cachecol.
Quanto as encontros, quem participou algum dia, nunca, jamais, em tempo algum esquecerá.
Bjs
Gisele

Andréa Ramos disse...

Oi Karen,td bem??
O que é preciso fazer para integrar o Grupo Montricot??
Amei a idéia,pois não tenho nenhuma amiga tricoteira para compartilhar essa minha paixão.
Adoraria conhecer vcs.
Ficarei no aguardo da sua resposta.
Muito obrigada desde já.
Beijinhos
andreaminhaslas.blogspot.com

Rosi disse...

Grace querida,obrigado pela visita e pelos votos.Retribuo tbém(os dois),pois enquanto fazemos algo que gostamos muito(tricô),ainda ganhamos uma graninha com isso,né?Eu carrego meu tricozinho prá tudo que é lado onde eu saiba que vou ter que sentar um pouco.É vício mesmo(e dos bons...).
Beijoconas grandes,
Rosi

Carla Maria disse...

Eu não sei fazer tricô( embora ame de paixão), mas faço croche e para onde vou levo minha agulha, porque é uma delícia. Achei lindo seu blog.Parabéns. Tenha uma linda semana,

Carla